A IGREJA DE CRISTO

Resultado de imagem para igreja de cristo

A IGREJA DE CRISTO

“ … na Santa Igreja de Cristo, na comunhão dos santos”.

INTRODUÇÃO:

Por que o crente pertence à igreja de Cristo? Porque o Espírito Santo quando une o crente a Cristo coloca-o também no número daqueles que são de Cristo. Que é, então a Igreja? É a assembléia, reunião ou o número daqueles que pertencem a Cristo. A palavra igreja tem várias traduções na Bíblia: multidão, congregação, povo, assembléia, reunião, sinagoga, etc. Sempre se refere a pessoas. A Igreja não é o templo, nem a organização, nem a instituição, nem a forma de governo, nem o corpo de doutrinas. A Igreja é a assembléia que mantém comunhão com Cristo através da presença do seu Espírito.

Qual a diferença entre a Igreja e outras assembléias que há mundo? A Igreja é uma assembléia reunida com o fim específico e diferente de todos as demais assembléias. A Igreja tem uma missão: ser testemunha de Cristo, proclamando as virtudes dAquele que a chamou das trevas para a sua maravilhosa luz. É a missão de ser vanguarda do Reino de Deus na Terra.

A doutrina cristã fala dos atributos e das marcas da Igreja. Consideremos esses dois aspectos. Os atributos são quatro:

  1. SANTIDADE:

A Igreja é um povo separado para oserviço de Deus. A santidade da Igreja não está no seu clero, nem nas suas doutrinas, mas na posição daqueles que são chamados para servir a Deus no mundo. Santidade não é uma virtude moralista, mas uma relação certa e positiva com Deus. É pela presença do Espírito Santo que a Igreja se torna santa, isto é, consagrada para cumprir a sua missão.

2. CATOLICIDADE:

A palavra católico quer dizer universal. A igreja é universal porque o Evangelho que ela anuncia é dirigido a todos os homens visando a salvação de todos os que crêem em Cristo. Jesus ordenou que os seus discípulos pregassem à toda a criatura e que fizessem discípulos de todas as nações. A universalidade da Igreja deriva-se de sua mensagem e do propósito universal do plano de Deus.

  • APOSTOLICIDADE:

Os sucessores dos apóstolos são todos os cristãos. A palavra apóstolo quer  dizer enviado, mandado. A Igreja é apostólica porque segue a doutrina e o exemplo dos apóstolos. A Igreja continua a obra dos apóstolos obedecendo as ordens do seu Senhor. Os apóstolos foram aqueles homens apresentados na Escritura, que foram convidados por Cristo para serem seus discípulos e que depois foram comissionados para difundir a mensagem do Evangelho.

4. UNIDADE:

Se o Espírito que nos uniu a Cristo, também nos uniu ao povo de Cristo, então a unidade é um dos atributos da Igreja. Essa unidade é um dom do Espírito Santo já concedido à Igreja. Devido ao pecado e as limitações dos cristãos, não tem havido um fiel testemunho de obediência à vontade de Cristo expressa em sua oração sacerdotal (Jo.17:20-24). No mundo desunido de hoje, os cristãos estão sendo desafiados a dar um testemunho da unidade que o Espírito realizou e continua realizando na Igreja.

AS MARCAS DA IGREJA:

As marcas da Igreja são aqueles sinais ou distintivos que a Igreja tem e que a fazem conhecida. Os reformadores costumavam dar três marcas à Igreja. Eram elas: (a) Verdadeira  pregação da Palavra de Deus; (b) Administração dos Sacramentos (Santa Ceia e Batismo); (c) Fiel exercício da disciplina. Essas marcas são importantes e com elas os Reformadores chamaram a atenção da Igreja de sua época no sentido de ser fiel à sua missão. Todavia, podemos encontrar no Novo Testamento outras que são mais básicas e mais importantes para a missão da Igreja em qualquer época. Consideremos algumas dessas marcas:

  1. PRESENÇA DO ESPÍRITO SANTO:

Não existe Igreja sem o Espírito porque Ele é o Criador da Igreja. No capítulo dois dos Atos dos Apóstolos temos a descrição de como a Igreja se iniciou no dia de Pentecostes. O Espírito Santo operou e a Igreja foi formada. Desde esse dia a Igreja depende da presença do Espírito Santo. A Igreja é a comunidade do Espírito, criada e mantida por Ele. Essa é uma das marcas que faz a diferença entre a Igreja e outras comunidades ou entidades.

  • AMOR:

A marca mais importante que Jesus deu aos seus discípulos foi essa, o amor. Disse Jesus: “Novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como vos amei, que também vos ameis uns aos outros. Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros” (Jo.13:34-35). Paulo coloca o amor como “um caminho sobremodo excelente”, mostrando aos cristãos de todas as épocas que sem a marca do amor a Igreja não é Igreja. O apóstolo João, nas suas cartas, apresenta o amor como o ponto central da vida da Igreja, isto porque a expressão central da personalidade de Deus é o amor, pois “Deus é amor” (1.Jo.4:8). Essa marca da Igreja às vezes tem sido esquecida por ela, mas a verdade é que sem ela a Igreja não existe, pois ela é fruto ou resultado  do amor gracioso de Deus que a estabeleceu.

  • SERVIÇO:

Aqui está uma das marcas da Igreja exaltada pelas palavras e pelo exemplo do nosso Senhor Jesus Cristo. Primeiramente Ele deu exemplo sendo um servo, encarnando a figura do Servo Sofredor, descrita pelo profeta Isaías no capítulo 53 do seu livro. Foi um servo na sua vida e na sua morte, “pois o próprio Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos”. Na cena do Lava-pés (Jo.13) Jesus, depois de dar a lição de humildade e serviço, disse aos seus discípulos: “Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu fiz, façais vós também.” Em outra ocasião Ele declara: “Quem quiser tornar-se grande entre vós, será esse o que vos sirva; e quem quiser ser o primeiro entre vós, será servo de todos.” (Mc.10:43-44). Assim o Senhor quer que seu povo seja um povo-servo. A Igreja é chamada para servir a Deus no mundo e não para ser rainha e senhora, chamada para gozar dos privilégios e das honrarias humanas.

  • TESTEMUNHA:

Outra marca da Igreja é a marca da testemunha. Ela foi convocada para testemunhar. É a comunidade que testifica. Disse Jesus: “recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra,” (At.1:8). Qual é o testemunho que a Igreja dá? Ela testifica a respeito do amor de Deus revelado em Cristo, ela conta ao mundo que “Deus amou ao mundo de tal maneira, que deu o seu filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” (Jo.3:16). Com esses atributos e marcas, a Igreja pode ser identificada diante de Deus e dos homens, como uma assembléia que tem por finalidade: adorar a Deus, proclamar o Seu Reino, nutrir os seus membros e, acima de tudo, testemunhar o grande amor de Deus.