Igreja em Células

Uma igreja celular é caracterizada por:

A – PEQUENOS GRUPOS QUE SE REÚNEM NOS LARES

            A igreja não depende de um templo para sua existência (embora não despreze a necessidade de reunir-se em locais maiores sob o princípio do “templo”). A sua vida normal acontece nos pequenos grupos de discípulos espalhados pela cidade.

            Estes grupos se reúnem em qualquer dia e horário da semana e não têm que, obrigatoriamente, se reunir numa casa – embora este seja o local ideal.

B – FOCO NA PRESENÇA E PODER DE JESUS NO MEIO

            A presença de Jesus não é buscada somente no templo, mas também no lar, na célula. Jesus está presente onde dois ou três estiverem reunidos em seu nome (Mateus 18.20). A célula busca e experimenta a presença de Deus. A célula busca e experimenta também o poder de Deus. Nós esperamos que Deus se manifeste em poder na célula, assim como no templo.

 

As células estão centralizadas em Jesus. Ele é o Senhor da igreja. Ainda que muitas igrejas confessem que Jesus é Senhor delas, poucas realmente vivem esta declaração. Quando Jesus é, de fato, o Senhor da igreja, ali há um compromisso apaixonado por Jesus e por sua visão para a igreja. Muito tempo é gasto em oração e jejum para se ouvir a voz de Deus e caminhar na direção apontada por ele.

C – LÍDERES VOLUNTÁRIOS (DISCÍPULOS)

            A liderança das células é formada por membros da igreja que, voluntariamente, se dedicam a pastorear e nutrir outras vidas com o amor e com a Palavra de Deus. Eles não são “profissionais”, mas simplesmente pessoas comuns com um chamado divino para servir aos outros na liderança de células.

            O fundamento da liderança é o serviço. Os líderes não estão nesta posição para mandar, mas para servir e dar a sua vida pelos outros, conforme o próprio Senhor Jesus exemplificou.

D – CADA CRENTE MINISTRA ATRAVÉS DOS DONS ESPIRITUAIS

            Enquanto numa grande reunião da igreja apenas alguns possuem a oportunidade para participar efetivamente, na célula todos podem ministrar uns aos outros através dos dons espirituais; e não somente com alguns, mas com todos os dons.

E – VIDA EM COMUNIDADE

            Nas células cada um procura ajudar aos outros através da oração, do discipulado, do encorajamento e do auxílio emocional, físico e material. Existe um compartilhar genuíno da vida como um todo. Na célula, o fruto do Espírito é evidentemente visto e demonstrado para o bem dos outros.

F – EVANGELISMO

            Numa igreja celular não existe uma equipe especial para fazer o trabalho evangelístico dos demais. Cada um é responsável para evangelizar os perdidos. Cada membro da igreja entende e utiliza o que são e possuem como um canal e ambiente para testemunhar do amor e poder de Jesus com outros. Emprego, família, bens – tudo é usado para alcançar aqueles que ainda não foram salvos.

G – SACERDÓCIO DE TODOS OS CRENTES

            Numa igreja celular todos os membros reconhecem que são sacerdotes diante de Deus, todos exercem seus dons espirituais para a edificação do corpo inteiro, cada um é encorajado para ter uma atitude de serviço, aonde cada um é responsável a e por outras pessoas na célula.

            Os valores bíblicos do Reino de Deus não ensinados e adquiridos. O ensino da Palavra é acompanhado pela prática correspondente. As verdades não são apenas aprendidas, mas também internalizadas e aplicadas à vida real, produzindo transformações.

H – LIDERANÇA DO ESPÍRITO SANTO

            Uma igreja celular é uma igreja onde todos os crentes estão abertos à liderança e visão do Espírito Santo, todos reconhecem suas limitações e se tornam dependentes da multiforme graça de Deus, onde o louvor e a adoração ocorrem com apaixonado amor por Jesus, o cabeça da Igreja.