ANSIEDADE NÃO É UM CAMINHO

ANSIEDADE NÃO É UM CAMINHO

Filipenses 4:6-7 – “Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus.”

INTRODUÇÃO

Hoje vamos falar sobre um tema que todo líder enfrenta todos os dias: a ansiedade, as preocupações e o estresse diário da vida contemporânea.

O que tenho observado nestes últimos dias (primeiro na minha vida, mas também na dos meus irmãos) é que este século tenta, de todas as formas possíveis, nos atarefar e nos acumular com tantos afazeres quanto possível para nos tornar cada vez mais vazios e mortos em nós mesmos. Se pensarmos na Parábola do Semeador, podemos considerar que estas dificuldade são os espinhos que crescem diariamente em nossas vidas e tratam de nos tornar infrutíferos na vida com Deus.

  1. ANSIEDADE NÃO É UMA OPÇÃO.

Conforme lemos neste texto a ordenação de Paulo, entretanto, é para não andarmos ansiosos por coisa alguma, não é uma opção é uma ordenação que devemos seguir. Isto porque quando estamos ansiosos não conseguimos descansar em Deus; e se não descansamos em Deus, então tomamos todo tipo de decisão precipitada e fora da vontade do Senhor.

  • COMO FUGIR DA ANSIEDADE.

Para fugir destas coisas precisamos colocar em Deus a nossa ansiedade. Esta é, aliás, a instrução de Paulo. Ele nos incita a levar a Deus todas as nossas petições para que Deus seja sempre o centro em todas as coisas.

  • COMO CONTROLAR A ANSIEDADE.

Na nossa vida nós temos necessidade de várias coisas, mas é em Deus que estas necessidade devem ser colocadas. Isso não significa que alcançaremos todas elas como muitas pessoas pensam. Na verdade esta atitude de levar a Deus as nossas petições é para que Deus seja em tudo glorificado e engrandecido. Se Ele vai nos agraciar ou não com as nossas súplicas, isso não mudará a minha atitude em relação a Deus.

Ele continua supremo eternamente.

  • DEUS NÃO PODE SER GLORIFICADO PELA MINHA VIDA SÓ SE ELE RESPONDER POSITIVAMENTE MINHAS SÚPLICAS.

É por isso também que devemos levar nossas petições com ações de graças. Independente se Deus vai ou não nos conceder isso ou aquilo Ele ainda merece o nosso louvor diariamente. Está é a nossa arma contra os espinhos que o diabo semeia na vida das pessoas em nosso século.

CONCLUSÃO

A oração e súplica é para entronizar o trono de Deus em nossas vidas e assim não seremos mais infrutíferos ou mornos. Que o Senhor nos ensine todas as coisas.

Queiramos ou não as adversidades fazem parte da vida. Superá-las é um dos grandes desafios que enfrentamos. Porém, Deus nos capacita, com as Sua armaduras, para lutarmos e sermos mais que vitoriosos em todas as nossas guerras. Esta deve ser a convicção que precisamos ter no nosso dia a dia.