Maio – Mês das mães!

SUSANNA WESLEY. (PROVÉRBIOS 14:1)

Uma das formas de estabelecer limites no processo educacional é apresentada por Susanna Wesley que teve 19 filhos entre os anos de 1690 e 1709. Ela não apenas os educou com regras e limites claros, mas o fez com dedicação, compromisso e oração. John Wesley, seu 15º filho, por exemplo, tornou-se um dos mais influentes teólogos cristãos britânicos. O próprio John Wesley chegou a declarar: “Aprendi mais sobre o cristianismo com minha mãe do que com todos os teólogos da Inglaterra”. Conta-se que, quando Susanna, entre o almoço e o lanche da tarde, se sentava numa cadeira de balanço, jogava seu avental sobre seu rosto e ficava durante uma hora, orando e lendo a Bíblia. Seus filhos observavam o seu exemplo! Comente: Em sua opinião, qual o importância do  exemplo dentro de casa, na construção no caráter dos filhos?

Autor: Pr Andre LDA

Bacharel em Teologia pela Faculdade Evangélica do Brasil - ISBL, estudou também na Faculdade Teológica Sul Americana, convalidando o curso na Unicesumar. Especialista em docência no ensino superior pela Unicesumar e Liderança, Plantação e Revitalização de Igrejas pelo Seminário Teológico Asbury. Atualmente é graduando em licenciatura em história pela Unicesumar. Tenho uma grande e honrosa missão, Ganhar, Cuidar e Encorajar as pessoas a terem um relacionamento com Jesus, é nisso que gasto minha vida, eu e toda minha família estamos envolvidos nesta nobre tarefa. Soli Deo Gloria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.