O PERFIL DA IGREJA/CÉLULA IDEAL – 2ª PARTE

Resultado de imagem para cell group

O PERFIL DA IGREJA/CÉLULA IDEAL – 2ª PARTE

I TESSALONICENSES 1:1-10

A Igreja de Tessalônica é um modelo a ser imitado por nós hoje. O apóstolo Paulo enfatiza o processo de conversão na vida dos irmãos Tessalonicenses, recordando a fé operosa, a abnegação do amor e a firmeza da esperança no Senhor Jesus Cristo. Essa foi uma igreja que surgiu em meio a muita perseguição, mas ainda assim mantinha uma fé viva, amor sem interesse e esperança que se firma na paciência aguardando a volta de Cristo. Pensando nessas características como modelo a nós, hoje, enfocaremos, neste estudo, a importância do amor.

1) Leia I Coríntios 13:1-8 – O apóstolo Paulo escreveu essa carta para orientar a igreja de Corinto a acertar alguns desvios doutrinários que aconteciam na igreja. Quando Paulo orienta a buscar com zelo os melhores dons, ele está se referindo ao amor como o dom supremo. Pensando nas características desse texto, que descrevem o que é o amor, compartilhe: O que pode ser melhorado em nós para que sejamos vistos como um povo amoroso?

2) Reflita sobre o significado das quatro palavras utilizadas pela língua grega para amor e dê a sua opinião sobre qual tipo de amor está mais presente na sociedade brasileira.

  1. ÁGAPE – O amor de Deus – o amor sacrificial;
  2. PHILIA – O amor entre amigo;
  3. STORGE – Amor da família;
  4. Eros – Amor com desejo e atração.

3) Todos os quatro tipos de amor são bons quando são direcionados pelo amor Ágape, porém, quando este amor não está evidente, os outros ficam comprometidos. Você concorda com essa afirmativa? Por quê?

4) Quem ama deseja se relacionar com a pessoa amada. Analisando o nosso relacionamento com Jesus Cristo, compartilhe atitudes práticas que demonstrem o seu amor por Ele.

5) Paulo escreveu à igreja de Tessalônica dizendo que tinha boas recordações daquela igreja. Se essa carta estivesse sendo escrita a nós, hoje, quais os sentimentos que ele teria?
Conclusão

Sabemos que o perfeito amor é Jesus Cristo, por isso, no desafio missionário de fazermos discípulos, deve ser evidenciado em nós o caráter de Cristo. A presença dEle em nós nos leva a demonstrar, de forma prática, o amor doador e incondicional. Que sejamos uma Igreja marcada pelo amor, cuidado e encorajamento.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.