GERANDO PAIS DE MULTIDÕES

GERANDO PAIS DE MULTIDÕES

Imagem relacionada

“POR PAI DE MULTIDÕES TE CONSTITUI”

Gn. 22.1,2, 9-18

INTRODUÇÃO

 

Deus tomou Abraão de Ur dos Caldeus e fez dele um pai de multidões. Mas antes que isto acontecesse, ouve uma série de acontecimentos na vida de Abraão, que indicam a forma como Deus teve que trabalhar na vida dele, afim de que se tornasse o pai da nação de Israel – o pai de uma grande multidão como estrelas no céu, e como areia no deserto.

 

E SE FOI POSSÍVEL DEUS TOMAR ABRAÃO UM CALDEU E FAZER DELE UM PAI DE MILHARES, ENTÃO É POSSÍVEL ELE FAZER ISSO TAMBÉM CONOSCO. DEUS QUER FAZER DE VOCÊ UMA GRANDE MULTIDÃO.

 

POR ISSO O TEXTO DIZ: “DEPOIS DESTAS COISAS”.

 

1- O PRIMEIRO ACONTECIMENTO NA VIDA DE ABRAÃO ESTÁ EM Gn. 12.1

 

DEUS DEU UM CHAMADO A ABRAÃO E ABRAÃO RESPONDEU A ESSE CHAMADO. ELE TINHA UMA CONVICÇÃO QUE A VISÃO ERA DE DEUS.

 

A bíblia diz que Abraão é o nosso pai na fé, portanto, além de Jesus, ele é o nosso referencial humano para gerarmos uma grande multidão.

 

A visão de Deus para nós é a mesma visão de Deus para Abraão: Gerar:

Vidas

Almas

Discípulos

Famílias

Tribos

 

Se você está cuidando de almas, de famílias, de células foi Deus que te chamou para esse negócio; isso mostra que você está obedecendo ao chamado de Deus como Abraão.

Só não alcança vidas para Deus quem não está obedecendo ao chamado que recebeu de Deus em Mt. 4 “Vinde após mim e eu vos farei pescadores de almas”.

 

Jo. 20.21/Mt. 28.19/Mc. 15.16.

 

Se você se dispuser para cumprir o chamado para ser um pai de multidões nada poderá te segurar porque você estará debaixo da voz de Deus e da palavra que ele já registrou.

 

Ouça a voz de Deus, responda ao seu chamado. Deixe Deus trabalhar no seu caráter para que você seja como Abraão – Pai de uma grande multidão como estrelas no céu.

 

2-O SEGUNDO ACONTECIMENTO NA VIDA DE ABRAÃO ESTÁ EM Gn. 13

 

DEUS MANDOU ABRAÃO SE SEPARAR DE SEU SOBRINHO LÓ, E ELE DECIDIU OBEDECER A DEUS TOTAL E INCONDICIONALMENTE.

 

Abraão cometeu uma falha de levar Ló em sua companhia e isso acabou se tornando um atrapalho em sua jornada ao lugar onde Deus queria levá-lo. E Deus tratou com isso.

 

Porque ninguém conseguirá se tornar o pai espiritual de uma grande multidão e caminhar para o crescimento se não eliminar de sua vida aquilo que Deus não planejou.

 

É por isso que Deus nos leva por um processo de refinamento do nosso caráter para romper com as estruturas velhas que estão dentro de nós e a nossa maneira de pensar.

 

É por isso que temos o discipulado, o encontro, a Escola Ministerial, o trilho de liderança para nos refinar, porque não deve ficar nada no nosso caráter que Deus não aprove.

 

Deus nestes dias está testando a nossa obediência para fazer de nós uma geração que irá obedece-lo incondicionalmente, para que seu Reino seja implantado do jeito dele.

 

Para ser o pai de uma multidão obedeça incondicionalmente a Deus todas as vezes que você souber o que Ele já falou e o que Ele estiver falando ou vier a falar.

 

PRIMEIRO: RESPONDA AO CHAMADO DE DEUS COMO ABRAÃO RESPONDEU…

SEGUNDO: OBEDEÇA AS ORDENS DO MESTRE INCONDICIONALMENTE.

 

3-O TERCEIRO ACONTECIMENTO NA VIDA DE ABRAÃO. Gn. 13.16 e Gn. 15.5.

 

DEUS TRABALHOU PARA FORTALECER A FÉ DE ABRAÃO PARA AQUILO QUE ELE SERIA ATRAVÉS DA VISUALIZAÇÃO DA AREIA E DAS ESTRELAS.

 

Muitos anos se passaram e parece que a fé de Abraão em relação ao seu chamado já não parecia estar tão grande como no tempo em que foi chamado por Deus.

 

As circunstâncias do deserto parecem ter enfraquecido a fé de Abraão que agora ele precisava de um referencial que apoiasse a sua fé e que a mantivesse fortalecida.

 

Às vezes Deus fala uma vez conosco e depois parece parar de falar – pelo menos é o que nós pensamos. Mas Deus continua falando e fortalecendo a nossa fé.

 

Ao longo de seu crescimento podem surgir circunstâncias difíceis que podem levar você a pensar que Deus não te chamou para ganhar vidas e ser pai de multidões.

 

A bíblia diz que não devemos andar por vista como Ló andou (Gn. 13), mas devemos andar por fé (II Co. 5.7) naquele que fez a promessa e que é fiel para cumpri-la.

 

A VIDA DE ABRAÃO E LÓ ILUSTRAM DOIS PRINCÍPIOS IMPORTANTES

 

  1. a) O princípio de andar por fé (Abraão).
  2. b) O princípio de andar por vista (Ló).

 

TODO CRISTÃO VIVE DE ACORDO COM UM DESTES DOIS PRINCÍPIOS.

 

“Para aquele que anda por fé, o deserto se transforma em jardim, mas para aquele que anda por vista, até o jardim se transforma em deserto”.