MOTIVAÇÃO PARA O EVANGELISMO

MOTIVAÇÃO PARA O EVANGELISMO

 

A maioria das pessoas possui verdadeiro terror diante do desafio de evangelizar. Ele desperta sentimentos insanos de medo, insegurança, pressão e culpa.

 

Para a maioria de nós, evangelizar é apenas uma obrigação bíblica desagradável motivada por um sentimento de culpa: afinal se eu não evangelizar Deus vai requerer de mim o sangue deles.

 

O evangelismo como Deus planejou nunca é motivado pela culpa.

 

É uma reação natural de um coração cheio. A boca fala do que está cheio o coração.

 

O homem bom do bom tesouro do coração tira o bem, e o mau do mau tesouro tira o mal; porque a boca fala do que está cheio o coração, Lucas 6:45.

 

Deus espera que ele seja de acordo com o nosso jeito peculiar e o nosso temperamento. O evangelismo autêntico nos enche de segurança e não de terror.

 

 

Mentalidade

 

-A nossa mentalidade deve ser a de se preocupar com as pessoas e de valorizá-las.

 

  • Em Lucas 15 Jesus contou três parábolas para mostrar a importância que possuí o homem pecador diante de Deus. Nas parábolas da ovelha perdida, da dracma perdida e do filho pródigo sempre há algo de grande valor que foi perdido e que agora foi achado e Deus se alegra por isso.

 

  • A mensagem de Jesus é clara: os rebeldes, os profanos, os imorais, os desviados são muito importantes para Deus e ele deseja que estejamos em busca deles.

 

 

  1. Nós temos algo que os outros não têm e podemos compartilhar – 2 Reis 6:24 a 7:20

 

  • 2 Reis capítulos 6 e 7 contam a história do cerco de Samaria pelo Rei da Síria. Devido ao cerco o povo experimentou tamanha fome que chegaram ao ponto do canibalismo.

 

  • Condenados a morrer como os demais, quatro leprosos disseram entre eles: Se nos deixarem viver, viveremos; se nos matarem tão somente morreremos (2 Reis 7:4).

 

  • Os leprosos foram e acharam o arraial dos Sírios abandonado e então se banquetearam e tomaram das melhores roupas, porque o Senhor havia afugentado o exército sírio.

 

  • Diante disso qual foi a atitude deles? Foram e contaram para o resto da cidade.

 

 

  • Como aqueles leprosos nós temos muito para contar daquilo que Deus tem nos feito. Não precisamos pregar a Bíblia, precisamos apenas contar daquilo que Deus nos tem dado efeito.

 

  • Porque não temos mais evangelismo assim? Porque o diabo tem convencido a muitos de que eles são pobres e miseráveis e não têm nada para compartilhar.

 

  1. Nós somos representantes de Deus – Atos 1:8

 

  • Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra. Atos 1:8

 

  • Por incrível que pareça Deus escolhe pessoas comuns como eu e como você para serem seus porta-vozes no planeta Terra.

 

  • Nós somos singular em nossas aptidões, talentos, personalidade, identidade e mensagem. Cada um de nós somos um agente enviado para um tipo especial de pessoas.

 

  • Somos agentes da paz e da reconciliação. Mas a chave para desempenhar esta função é o enchimento com o Espírito Santo.

 

  1. Nós precisamos alertar as pessoas da realidade do inferno

 

– É algo inquietante, mas verdadeiro: o inferno existe e muitas pessoas estão indo para lá agora mesmo.

 

– O inferno foi um dos principais temas abordados por Jesus (Lucas 16:19-31).

 

– Precisamos gastar cada vez mais tempo, dinheiro e energia para alcançar os de fora. Quando percebemos a realidade inescapável de que há um inferno adquiriremos a mentalidade do tipo: fazer o possível e o impossível para que uma alma seja salva.

 

A realidade do inferno

 

– Para o sábio há o caminho da vida que o leva para cima, a fim de evitar o inferno, embaixo. Provérbios 15:24.

 

– Tua fustigarás com a vara e livrarás a sua alma do inferno. Provérbios 23:14.

 

– Eu os remirei do poder do inferno e os resgatarei da morte; onde estão, ó morte, as tuas pragas? Onde está, ó inferno, a tua destruição? Meus olhos não vêem

em mim arrependimento algum. Oséias 13:14.

 

– Eu, porém, vos digo que todo aquele que sem motivo se irar contra seu irmão estará sujeito a julgamento; e quem proferir um insulto a seu irmão estará sujeito a julgamento do tribunal; e quem lhe chamar: Tolo, estará sujeito ao inferno de fogo. Mateus 5:22.

– Se o teu olho direito te faz tropeçar, arranca-o e lança-o de ti; pois te convém que se perca um dos teus membros, e não seja todo o teu corpo lançado no inferno. E, se a tua mão direita te faz tropeçar, corta-a e lança-a de ti; pois te convém que se perca um dos teus membros, e não vá todo o teu corpo para o inferno. Mateus 5:29-30

 

 

– Não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei, antes, aquele que pode fazer perecer no inferno tanto a alma como o corpo.          Mateus 10:28

 

 

-Tu, Cafarnaum, elevar-te-ás, porventura, até ao céu? Descerás até ao inferno; porque, se em Sodoma se tivessem operado os milagres que em ti se fizeram, teria ela permanecido até ao dia de hoje. Mateus 11:23

 

 

Mateus 18:9 – E se o seu olho o fizer tropeçar, arranque-o e jogue-o fora. É melhor entrar na vida com um só olho do que, tendo os dois olhos, ser lançado no fogo do inferno”.NVI(Br)

 

Mateus 23:15 – Sim, ai de vocês, fingidos. Porque vão a qualquer distância para converter alguém, e depois fazem a mesma pessoa duas vezes mais digna do inferno do que vocês mesmos são.VIVA(Br)

 

 

Mateus 23:33 – Serpentes! Filhos de víboras! Como vocês escaparão da condenação do inferno?VIVA(Br)

 

 

2Pedro 2:4 – Pois Deus não poupou os anjos que pecaram, mas os lançou no inferno, prendendo-os em abismos tenebrosos a fim de serem reservados para o juízo.NVI(Br)

 

Apocalipse 1:18 – Sou aquele que vive. Estive morto mas agora estou vivo para todo o sempre! E tenho as chaves da morte e do Hades.NVI(Br)

 

Apocalipse 6:8 – Olhei, e diante de mim estava um cavalo amarelo. Seu cavaleiro chamava-se Morte, e o Hades o seguia de perto. Foi-lhes dado poder sobre um quarto da terra para matar pela espada, pela fome, por pragas e por meio dos animais selvagens da terra.NVI(Br)

 

Em Apocalipse 20:10 a 15 a morte e o inferno foram lançados para dentro do lago de fogo. Esta é a segunda morte, o lago de fogo.

 

 

 

  1. Há uma recompensa para nós quando evangelizamos

 

– A última motivação para o evangelismo é a recompensa de conduzir alguém a Cristo.

– Porque nos alegramos sobremaneira em gerar um filho espiritual. Esta alegria é compartilhada pelos anjos no céu:

 

 

Lucas 15:7 – Eu lhes digo que, da mesma forma, haverá mais alegria no céu por um pecador que se arrepende do que por noventa e nove justos que não precisam arrepender-se”.NVI(Br)

 

 

Porque receberemos de Deus a recompensa no céu.

 

Filipenses 4:1 – Portanto, meus irmãos, a quem amo e de quem tenho saudade, vocês que são a minha alegria e a minha coroa, permaneçam assim firmes no Senhor, ó amados!NVI(Br)

 

1Tessalonicenses 2:19 – Pois quem é a nossa esperança, alegria ou coroa em que nos gloriamos perante o Senhor Jesus na sua vinda? Não são vocês?NVI(Br)

 

  1. Nós prestaremos contas a Deus se não pregarmos

 

– Se formos fiéis teremos a recompensa, mas se formos negligentes seremos punidos diante do Senhor. Sobre nós pesa a responsabilidade do atalaia. Nossa principal motivação não deve ser esta, mas certamente precisamos tê-la diante de nós.

 

– Saber a verdade e não revelar; perceber o outro indo para o abismo e não o advertir; tendo um depósito e não compartilhar; conhecendo o remédio e guardando-o para si, são situações passíveis de juízo diante de Deus.

 

Ezequiel 3:17 – “Filho do homem”, disse ele, “eu o fiz sentinela para a nação de Israel; por isso ouça a palavra que digo e leve-lhes a minha advertência. 18 – Quando eu disser a um ímpio que ele vai morrer, e você não o advertir nem lhe falar para dissuadi-lo dos seus maus caminhos para salvar a vida dele, aquele ímpio morrerá por sua iniqüidade; mas para mim você será responsável pela morte dele. 19 – Se, porém, você advertir o ímpio e ele não se desviar de sua impiedade ou dos seus maus caminhos, ele morrerá por sua iniqüidade, mas você estará livre de culpa.  20 – “Também, quando um justo se desviar de sua justiça e fizer o mal, e eu puser uma pedra de tropeço diante dele, ele morrerá. Uma vez que você não o advertiu ele morrerá pelo pecado que cometeu. As práticas justas dele não serão lembradas; para mim, porém, você será responsável pela morte dele.                    21 – Se, porém, você advertir o justo e ele não pecar, certamente ele viverá, porque aceitou a advertência, e você estará livre de culpa”.NVI(Br)

Autor: Pr Andre LDA

Bacharel em Teologia pela Faculdade Evangélica do Brasil - ISBL, estudou também na Faculdade Teológica Sul Americana, convalidando o curso na Unicesumar. Especialista em docência no ensino superior pela Unicesumar e Liderança, Plantação e Revitalização de Igrejas pelo Seminário Teológico Asbury. Atualmente é graduando em licenciatura em história pela Unicesumar. Tenho uma grande e honrosa missão, Ganhar, Cuidar e Encorajar as pessoas a terem um relacionamento com Jesus, é nisso que gasto minha vida, eu e toda minha família estamos envolvidos nesta nobre tarefa. Soli Deo Gloria

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: