Sério? A Célula é a Igreja? (parte 2)

Sério? A Célula é a Igreja? (parte 2)

Por Bill Mellinger, Primeira Igreja Batista de Crestline

Você sabia que Jesus se refere à “igreja” apenas duas vezes nos evangelhos? (Veja Mateus 16:18 e Mateus 18:17). Em Apocalipse 2 e 3 ele também fala às sete “igrejas” da Ásia. Seu primeiro uso segue a resposta ungida de Pedro à pergunta de Jesus: “Quem dizeis que eu sou?” Seu segundo uso é em sua discussão sobre a disciplina dos companheiros convertidos. Jesus responde a declaração de Pedro de que Ele é o Cristo dizendo: “E eu lhe digo que você é Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do Hades não poderão vencê-la” (Mateus 16:18).

Pedro tinha sido chamado para participar de um grupo de homens que aprendiam com Jesus ao observá-lo, ouvi-lo, tendo comunhão com ele e praticando o que ele ensinou. Eles foram “chamados para fora” de seus estilos de vida para irem com ele e, eventualmente, para irem ao mundo a fim de fazerem outros discípulos. Jesus tinha formado sua primeira célula e sobre esta “pedrinha” ele declarou que iria construir sua igreja. Conforme ele descrevia esses que foram chamados para fora, Jesus disse que as portas do inferno não serão capazes de resistir a eles.

Será que Jesus via esse pequeno grupo de homens como a Igreja? Sem dúvida ele via. Ele os descreve como uma força que será capaz de superar o próprio lugar onde as pessoas são mantidas em cativeiro. Esses homens e os grupos de pessoas como eles serão capazes de crescer mais perto de Cristo, aprender a servir uns aos outros, e eles serão empoderados para libertar as pessoas.

A célula não é apenas um grupo de pessoas que se reúnem na casa de alguém para a comunhão e cuidam uns dos outros. É uma força que está trabalhando em conjunto para libertar as pessoas do inferno. Ao dizer que a célula é a Igreja, não significa que a comunidade de crentes reunidos para a celebração não seja a Igreja. O pequeno grupo é chamado para cuidar uns dos outros e para ir e fazer discípulos. Jesus foi um exemplo disso para nós com seu pequeno grupo.

O grupo de vida que se reúne em nossa casa faz parte de nossa Oikos, nosso lar. Eles foram muito úteis para me ajudar a compartilhar Cristo com os membros da minha família, minha Oikos. O meu cunhado e seu filho são convertidos hoje por causa do apoio e assistência deles. Começou quando oramos por Jack e Andrew. Então Andrew veio e conviveu conosco, trabalhou em uma das casas de alguém em nosso grupo, aceitou a Cristo através da nossa convivência e, em seguida, levou seu pai a Cristo.

Somos chamados para sairmos juntos para libertar as pessoas. A célula é a Igreja quando ela está fazendo o que Jesus fez com seus discípulos. Vamos ser a Igreja e quebrar alguns portões!

Bill

Autor: Pr Andre LDA

Bacharel em Teologia pela Faculdade Evangélica do Brasil - ISBL, estudou também na Faculdade Teológica Sul Americana, convalidando o curso na Unicesumar. Especialista em docência no ensino superior pela Unicesumar e Liderança, Plantação e Revitalização de Igrejas pelo Seminário Teológico Asbury. Atualmente é graduando em licenciatura em história pela Unicesumar. Tenho uma grande e honrosa missão, Ganhar, Cuidar e Encorajar as pessoas a terem um relacionamento com Jesus, é nisso que gasto minha vida, eu e toda minha família estamos envolvidos nesta nobre tarefa. Soli Deo Gloria

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: