Princípios-chave Para Equipar Crianças

Crianças

Por Joel Comiskey, excertos de Children in Cell Ministry (As Crianças no Ministério Celular, em tradução livre) (agora disponível em http://store.joelcomiskeygroup.com/chincemidifu.html)

O treinamento de crianças varia de igreja para igreja a depender da doutrina, denominação e dos valores. O treinamento também varia em relação à metodologia (por exemplo, variedade de retiros do tipo Encontro, um a um, instrução em sala de aula, e assim por diante). No entanto, existem princípios importantes que devem ser mantidos ao ministrar às crianças.

Contação de Histórias

A ministração para crianças precisa ser baseada diretamente sobre a Palavra de Deus com o objetivo de transformação, ao invés de simplesmente passar informações. Mas como isso pode ser feito da melhor forma? Como podemos tornar a Bíblia relevante para as crianças?

Contar histórias é uma das melhores maneiras de ensinar as crianças e há um monte de histórias na Bíblia. Como Jesus, as crianças gostam de ouvir e contar histórias. Eu me lembro como meus próprios filhos gostavam de ouvir minha mãe tecer uma história com eles, e isso fazia com que eles ficassem encantados. Eles apenas ouviam e ficavam maravilhados com a forma como a sua avó conseguia contar uma história sobre eles, mas com outros nomes e personagens e sempre trazer um princípio moral. Quando eles ficaram mais velhos essas histórias não tinham a mesma mágica, mas quando eles eram mais jovens não conseguiam ouvir tantas histórias quanto queriam de sua avó.

Ação

As crianças desvendam muito de quem elas são através da brincadeira espontânea. Podemos achar que elas estão desperdiçando seu tempo com jogos inúteis, mas aqueles momentos de brincadeiras espontâneas são fundamentais em seu aprendizado sobre a vida e na aplicação do conhecimento que elas recebem das outras pessoas.

Nós precisamos alimentar seus sonhos e incentivar as suas brincadeiras. Depois de ensinar uma história da Bíblia, é uma boa ideia permitir que as crianças a encenem. Dar-lhes esta oportunidade irá ajudá-las a alcançar um equilíbrio entre a experiência interna e externa e fornecer um importante senso de autoestima.

Os professores sábios explicam as histórias da Bíblia, mas depois permitem que as crianças interiorizem a mensagem através de uma encenação. E isso pode ocorrer na célula, no culto de celebração, bem como no treinamento de discipulado.

Espiritualidade

Algumas pessoas agem como se a espiritualidade estivesse reservada apenas para os adultos. Mas e as crianças? Elas também são espirituais? Na verdade, a espiritualidade vem naturalmente para as crianças, enquanto os adultos muitas vezes lutam mais nessa área.

Ralph Neighbour se lembra de uma história dos anos 1990, quando Lorna Jenkins dirigia as células das crianças na FCBC. Um homem veio em uma cadeira de rodas pedindo oração. Os adultos oraram fervorosamente por ele, sem qualquer sinal observável de cura. Os adultos foram para a cozinha para comer e beber alguma coisa, e deixaram para trás o homem e uma menina de 8 anos de idade. A criança encarou o homem e finalmente disse: “Bom, por que você não se levanta e anda?” O Espírito de Deus caiu sobre ele naquele momento e ele se levantou e andou até a cozinha. Espantados, os adultos perguntaram: “O que aconteceu?” “Foi a menina! Ela me disse para andar”. Quando os adultos questionaram a menina, ela simplesmente disse: “Bem, vocês todos oraram por ele. Então eu só falei para ele andar, porque ele estava curado”.

Aqueles que lideram as crianças no ministério celular ou que as ensinam no treinamento do discipulado devem fazer com que elas se envolvam em orar uns pelos outros, ouvir a voz de Deus, falar o que ouvem, e em evangelizar aqueles que não conhecem a Jesus.

Autor: Pr Andre LDA

Bacharel em Teologia pela Faculdade Evangélica do Brasil - ISBL, estudou também na Faculdade Teológica Sul Americana, convalidando o curso na Unicesumar. Especialista em docência no ensino superior pela Unicesumar e Liderança, Plantação e Revitalização de Igrejas pelo Seminário Teológico Asbury. Atualmente é graduando em licenciatura em história pela Unicesumar. Tenho uma grande e honrosa missão, Ganhar, Cuidar e Encorajar as pessoas a terem um relacionamento com Jesus, é nisso que gasto minha vida, eu e toda minha família estamos envolvidos nesta nobre tarefa. Soli Deo Gloria

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: