Viva a diferença!


A Convenção Batista Brasileira (CBB), lança gibi contra a ideologia de gênero. Aconteceu o lançamento no último dia 20 o gibi “Viva a diferença”. A intenção da CBB é que todas as pessoas tenham acesso ao gibi gratuitamente. O projeto ” Viva a diferença” tem o objetivo de educar as crianças cristãs, conforme ensinamentos bíblicos, verdade biológica, ciência, direitos adquiridos pela Contituição Federal. Pode ser lido no celular, tablet, computador, smart TV e na versão impressa.
Temos o direito constitucional de viver conforme nossas tradições e fé.
Para baixar o gibi “Viva a Diferença” gratuitamente e adquirir maiores infomações, você pode entrar no site

http://www.vivaadiferenca.com.br

Divulgue ao máximo de famílias cristãs que você puder.

PASTOREANDO COM MUITO AMOR

A ovelha é o animal mais mencionado na Bíblia. Segundo os historiadores, às ovelhas foram os primeiros animais a serem domesticados pelo homem, isto ocorreu a cerca de 900 a.C. no oriente médio, berço da primeira civilização.

A ovelha é um animal dócil, e sem nenhum mecanismo natural de defesa, por este motivo, os pastores deveriam estar atentos aos predadores que as cercavam. Nos tempos remotos a criação de ovelhas era uma atividade de grande importância econômica, pois estes animais ofereciam leite, lã, couro e carne.

Jesus usou a imagem do relacionamento entre o pastor e a ovelha para exemplificar seu relacionamento com os que andavam perdidos (Lucas 15:1-7), e com seus próprios discípulos (João 10:1-2).

O temor a Deus nos faz entender nossa grande responsabilidade no cuidado com as ovelhas. Trabalhamos com pessoas e não com coisas. Na vida de um líder que quer crescer é indispensável paixão em servir e amor pelas ovelhas de Cristo Jesus.

Ezequiel 34:1-5 – “Veio a mim esta palavra do Senhor: Filho do homem, profetize contra os pastores de Israel; profetize e diga-lhes: Assim diz o Soberano Senhor: Ai dos pastores de Israel que só cuidam de si mesmos! Acaso os pastores não deveriam cuidar do rebanho? Vocês comem a coalhada, vestem-se de lã e abatem os melhores animais, mas não tomam conta do rebanho. Vocês não fortaleceram a fraca nem curaram a doente nem enfaixaram a ferida. Vocês não trouxeram de volta as desviadas nem procuraram as perdidas. Vocês têm dominado sobre elas com dureza e brutalidade. Por isso elas estão dispersas, porque não há pastor algum, e, quando foram dispersas, elas se tornaram comida de todos os animais selvagens.”

A figura de um pastor nos ensina como deve ser nossa atitude e forma de liderar.

Este é um aviso aos pastores de Israel.

No texto vemos o perfil de pastor que não teme a Deus:

– Apascenta a si mesmo (Vs. 2), são egoístas, não querem pagar o preço pelas ovelhas.

– Querem apenas os benefícios do ministério (Vs. 3).

– Querem crescimento, querem números, mas não priorizam o cuidado das ovelhas.

TIPOS DE OVELHAS DESCRITAS NO TEXTO (VS. 4):

1. A FRACA – A ovelha está fraca quando ela não consegue orar, não consegue se firmar nas reuniões e nem resistir as acusações do maligno.

Muitos pastores e líderes são duros com essas ovelhas, mas devemos é dar comida para elas. Uma ovelha pode ficar tão fraca que não consegue nem comer sozinha. Então é preciso ter alguém que possa estar com ela alimentando-a até que se fortaleça.

2. A DOENTE – Ovelhas feridas, traumatizadas. Caso a ovelha fraca não seja fortalecida, ela pode se tornar uma ovelha doente por causa de sua debilidade. Uma característica da ovelha que está doente é ficar sempre em silêncio.

Outra característica são os conflitos com a fé.

Como ajudar essa ovelha?

– O discipulado profundo traz cura.

– Jejum, oração e ensinamento da Palavra.

3. A QUEBRADA – Se a ovelha está quebrada não adiantará você exortá-la a se levantar. É um estado de desânimo frustração. Ela se sente desiludida e abandonada por Deus.

Como ajudá-la? (Isaías 42.1-7 )

O bom pastor pega uma atadura e engessa a patinha quebrada para que ela possa ficar de pé novamente.

4. A DESGARRADA – Se a ovelha fraca não é fortalecida, ela fica doente. Se a doença não for tratada, ela então se prostra. E se a prostração não for tratada a ovelha se torna desgarrada.  A tendência de uma ovelha desgarrada é se fechar, recolher-se em si mesma, tornando-se arredia, mesmo dentro do rebanho, desgarrando-se do convívio das outras ovelhas. Mantém aquele tipo de atitude em que percebemos o afastamento da pessoa, e quando lhe perguntamos como está, ela responde com monossílabos. Essa ovelha precisa ser cercada com muito amor para que não vá embora. Quem está disposto a isso?

5. PERDIDA – É quando a ovelha se afasta fisicamente do rebanho. Quando a pobre ovelha se perde do rebanho, é a hora em que ela mais precisa de um bom Pastor, pois lá fora, perdida no meio da vegetação, sem nenhuma proteção, ela pode ser agredida e morta por qualquer animal agressivo, dentre eles o lobo, o leão, o urso e outros mais. Daí a importância de um bom Pastor.

CONCLUSÃO – Precisamos cuidar das ovelhas de tal forma que elas não fiquem fracas e não precisem passar por todos esses problemas. O pastor traz essas ovelhas para mais perto de si e ajudá-la através de um discipulado cristocêntrico.